Imposto de Renda 2018: Tabela IRPF, Declaração

O Imposto de Renda 2018 é um dos tributos mais importantes a serem pagos pelos cidadãos brasileiros, sejam eles pessoas físicas ou jurídicas. Cobrado anualmente, a declaração é dita como obrigatória, porém não precisa ser uma dor de cabeça para o contribuinte. Confira nesse artigo todas as informações importantes sobre o Imposto de Renda 2018 e fique em dia com a Receita Federal sem grandes empecilhos. 

Imposto de Renda 2018

Imposto de Renda 2018

A previsão do Governo Federal é de que mais de 30 milhões de contribuintes realizem a sua declaração do Imposto de Renda 2018, por isso é muito importante se organizar o quanto antes para não sofrer com congestionamento de usuários no sistema da Receita Federal nos últimos dias disponíveis para esse processo. Fique por dentro dos prazos e valores a seguir.

Qual a importância de realizar a declaração do Imposto de Renda 2018?

question-class-note-symbolUma das principais fontes de arrecadações do Governo Federal para o custeamento do investimentos do estado e programas sociais visando o maior bem-estar da população é a declaração do Imposto de Renda. Através dessa prática que grande parte dos cidadãos brasileiros precisarão desembolsar um determinado valor e enviá-lo aos cofres nacionais.

Lembrando que a não declaração do Imposto de Renda 2018 poderá colocar o cidadão em maus lençóis, pois a sonegação de imposto é vista como crime perante a Receita Federal.

Uma das principais  regras vigentes na declaração do Imposto de Renda, é de que o contribuinte deverá realizar o pagamento do tributo de acordo com a rua renda bruta. Ou seja, quanto mais se ganhar durante o ano base (ano de 2017), mais deverá contribuir no ato da sua declaração.

Imposto de renda 2018


Quem deverá declarar o Imposto de Renda 2018?

taxApesar de ser um tributo obrigatório, nem toda a população nacional precisa arcar com os custos do Imposto de Renda 2018. Isso por que apenas os cidadãos que possuem uma renda mais abastadas se vêm obrigados a realizar o pagamento. 

Confira a seguir quais são os requisitos para estar ou não dentro do grupo pagantes do Imposto de Renda 2018:

  • Pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis acima de R$ 28.123,91 durante o ano ou mais de R$1.999,18 por mês. Lembrando que o ano base para o cálculo é 2017.
  • Pessoas que tem rendimentos isentos, não-tributáveis, cuja soma seja maior que R$ 40 mil no ano de 2017;
  • Cidadãos tiverem a posse de bens ou terrenos, de valor total maior que R$ 300 mil;
  • Trabalhadores que arrecadaram, em  2017, um valor superior a R$ 140.619,55 proveniente de atividade rural;
  • Quem obteve um ganho de posses na transferência de bens ou direitos ou efetuaram operações em bolsas de valores estrangeiras, artigos ou  assemelhados.

Quem NÃO precisa declarar o Imposto de Renda 2018?

Como já foi citado logo a cima, nem toda a população brasileira é obrigada a declarar o Imposto de Renda 2018. Confira quem faz parte do grupo isento:

  • Beneficiário de aposentadoria, reforma ou pensão;
  • Quem possuir renda mensal de até R$1.999,18 por mês (de acordo com a tabela de 2017);
  • Obter a  posse de bens e direitos,  desde que o valor total não exceda R$ 300.000,00;
  • Pessoas portadores de doenças graves como:

AIDS (Síndrome da Imunodeficiência Adquirida);
Alienação Mental;
Cardiopatia Grave;
Cegueira;
Esclerose Múltipla;
Espondiloartrose Anquilosante;
Fibrose Cística (Mucoviscidose);
Hanseníase;
Hepatopatia Grave;
Neoplasia Maligna;
Paralisia Irreversível e Incapacitante;
Tuberculose Ativa;
Contaminação por Radiação;
Doença de Paget em estados avançados;
Doença de Parkinson;
Nefropatia Grave.


Pessoa Física / Pessoa Jurídica

Existem dois tipos de contribuintes quando o assunto é declaração do Imposto de Renda 2018. É importante lembrar que ambas precisarão declarar o imposto, porém a forma de realizar este processo as diferenciam:

  •  Pessoa Física (tralhadores, estudantes ou seja, cidadãos comuns);
  • Pessoas Jurídica (empresas, organizações e afins).

Independente do tipo de pessoa, precisam possuir o seu cadastro, o CPF em casos de pessoas físicas e CNPJ em casos das pessoas jurídicas. 

pessoa-fisica-x-juridica

Assim como as pessoas físicas, nem todas as empresas precisam declarar o seu Imposto de Renda 2018, caso a organização ou empresa seja de micro ou pequeno porte poderá optar pelo tributo do Simples Nacional, que cobram parcelas mais baixas e de acordo com os lucros mensais da empresa.


Tabela do Imposto de Renda 2018

dollar-sign-and-piles-of-coinsTodos os anos, antes da divulgação dos prazos para a realização da declaração do Imposto de Renda, é divulgada pela Receita Federal a tabela oficial, cuja as informações são sempre de grande valia para o contribuinte.

As alíquotas (percentual que será aplicado para o cálculo do valor do tributo)  estão presenta na tabela e variam de acordo com as rendas de cada contribuinte.

Até o presente momento não houve a disponibilização ta tabela do Imposto de Renda 2018, por isso confira a tabela do ano de 2017 e a tome como base:

irpf 2018

Com a tabela do Imposto de Renda 2018 basta apenas aguardar a divulgação dos prazos e efetuar a sua declaração. 


Como declarar o seu Imposto de Renda 2018?

Pensando na sua comodidade, o Governo Federal criou duas formas on-line de realizar a declaração do Imposto de Renda 2018 para pessoas físicas. Se você se configura como pessoa jurídica, nossa dica é que você procure um profissional da área contábil, pois o processo para a sua declaração é muito mais complicado.

 Confira agora as duas formas para a realização do Imposto de Renda 2018 para pessoas físicas: 

  1. A primeira delas se trata do aplicativo IRPF disponível para Tablets e Smartphones

irpf 2018

Para acessá-lo, siga os passos a baixo:

  • Busque pelo nome IRPF na loja de aplicativos do seu aparelho;
  • Clique na primeira opção;
  • Clique em Instalar.

Ao obter o aplicativo, clique em Fazer Declaração como mostra a imagem a baixo:

irpf 2018

O aplicativo irá lhe informar cada passo que você deverá fazer. Por isso, mesmo que você não tenha declarado seu imposto de renda anteriormente, não será difícil realizar essa atividade.

irpf 2018

2. A segunda forma é através do programa para computadores chamado Gerador de Declaração. Para ter acesso ao programa você poderá acessar o site da Receita Federal. Confira os passos para obtê-lo:

  • Clique aqui e seja encaminhado ao site da Receita Federal;
  • Escolha o sistema presente em seu computador como mostra a imagem logo a baixo;

irpf 2018

  • Após concluir a instalação, abra o programa e clique na opção “Nova Declaração“;

2-abertura (1)

  • Se você já tiver realizado alguma declaração anterior no mesmo computador, clique na opção Importar dados IRPF 2017;
  • Em seguida, clique na opção Declaração de Ajuste Anual;

5-tipo (1)

No canto esquerdo do seu computador terá um menu do qual será um guia da declaração do Imposto de Renda 2018.

Preencha os seguintes dados:

  • Dependentes;
  • Alimentandos;
  • Rendimentos;
  • Imposto pago/retido;
  • Pagamentos efetuados;
  • Doações efetuadas;
  • Bens e direitos;
  • Dívidas e ônus reais;
  • Espólio;
  • Importações;
  • Renda;
  • Entre outras informações necessárias.

Concluiu essa fase? Então confirme os dados no resumo pois caso contrário você poderá ser vítima da malha fina do Imposto de Renda 2018.

46-resumo (1)

Se não houverem erros, clique em Entregar Declaração como mostra a imagem a baixo:

50-finais-entregar (1)

Para concluir o processo, basta apenas imprimir o recibo da declaração no menu superior do programa ao selecionar o item Declaração e escolher a opção Imprimir e logo após Recibo


Restituição do Imposto de Renda 2018

Não é raro que o contribuinte pague um valor maior que o necessário no momento da declaração do seu Imposto de Renda, por isso RFB – Secretaria da Receita Federal do Brasil ficou responsável pelo pagamento da restituição. Ou seja, o reembolso desse valor

Caso você deseje consultar a sua restituição, clique aqui

  • Preencha o seu CPF;
  • Data de Nascimento;
  • Código de Segurança;
  • Clique em “Consultar”.

consulta (1)

 


Você foi pego na Malha Fina? Saiba como se regularizar!

Segundo informações da Receita Federal cerca de  771.801 declarações caíram na malha fina no ano de 2016. Isso acontece por dois motivos:

  • Erros ou informações incompletas no momento da declaração;
  • O não recebimento da restituição no período certo.

Você faz parte desse grupo? Antecipe sua intimação da Receita Federal para se regularizar. Clique aqui para consultar as suas pendências.

3-1

Para obter o código de acesso clique aqui e para saber se sua declaração foi liberada clique aqui.  E para saber essas informações pelo telefone, disque 146.

Caso hajam problemas com o banco informado no pedido de pagamento da restituição entre em contato com a Central de Atendimento do Banco do Brasil:

  •  4004-0001 (capitais);
  • 0800-729-0001 (outras localidades);
  • 0800-729-0088 (deficientes auditivos).

Continua com alguma dúvida sobre o Imposto de Renda 2018? Escreva um comentário logo a baixo que iremos fazer o possível para solucioná-la. 

 

 

Alguma Dúvida? Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *